• denuncias
  • peticionamento
  • protocolo
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • lgpd
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario
  • Não categorizado
  • Empresa oferecerá 10 vagas de emprego para mulheres vítimas de violência doméstica em Presidente Prudente

  • Banner EBook
  • Chamamento cadastro entidades
  • Banner medidas covid
  • Banner Escala de Plantao
  • Banner Calendario 2023
  • Certidao Negativa

Empresa oferecerá 10 vagas de emprego para mulheres vítimas de violência doméstica em Presidente Prudente

Carta Compromisso assinada perante o MPT integra uma iniciativa do programa interinstitucional “Pelo fim da violência contra a mulher”

Presidente Prudente (SP) - Nessa sexta-feira, 25 de novembro, é celebrado o Dia Internacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres. Como forma de criar ações afirmativas de enfrentamento da prática e de apoio às mulheres vítimas de violência, o Ministério Público do Trabalho (MPT) celebrou uma carta compromisso com a Drogaria São Paulo S/A, na qual a empresa se comprometeu a oferecer voluntariamente 10 vagas de emprego formal e direto para mulheres em situação de violência de gênero atendidas pelo Sistema de Justiça e Assistência Social de Presidente Prudente.

A Drogaria São Paulo se colocou como apoiadora do programa “Pelo fim da violência contra a mulher”, que prevê ações para superar a violência de gênero e a violência doméstica com iniciativas relativas ao trabalho, direcionadas às mulheres e familiares que vierem a ser atendidos pelo programa. São integrantes do projeto instituições como o MPT, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo, a Prefeitura de Presidente Prudente, a OAB-Prudente, o Ministério Público do Estado de São Paulo, Delegacia da Mulher, dentre outras.

A Carta Compromisso prevê medidas que permitam, quando necessário, o afastamento do local de trabalho e a modificação das rotinas diárias das mulheres atendidas pelo programa, incluindo transferência de estabelecimento, adoção do trabalho remoto, jornadas de trabalho flexíveis, trabalho em tempo parcial ou licenças remuneradas.

“Ao aderir ao programa, a empresa apoiadora poderá dispor do apoio das instituições participantes para orientar seus empregados sobre o tema, por meio de palestras, rodas de conversa, eventos e campanhas, além de receber informações relativas às políticas públicas e leis vigentes sobre o assunto. Louvamos a iniciativa da empresa em ingressar no programa, o que trará benefícios sociais imediatos para a cidade de Presidente Prudente”, afirma a procuradora Vanessa Martini.

Fórum Municipal – No dia 25/11, às 9 horas, o MPT e as demais instituições integrantes do programa realizarão do XIII Fórum Municipal de Enfrentamento à Violência Contra Mulher, no auditório do Centro Cultural Matarazzo, em Presidente Prudente.

O Fórum Municipal tem como objetivo discutir o tema para o fortalecimento das ações de prevenção. A Procuradora do Trabalho Vanessa Martini fará uma palestra sobre a inclusão de mulheres vítimas de violência doméstica no mercado de trabalho e o papel social das empresas, seguida da exposição da coordenadora da Casa Abrigo de Presidente Prudente, Maria Helena Veiga Silvestre, que falará sobre o primeiro ano de implementação da casa de atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica e suas famílias, viabilizada a partir de verba destinada pelo MPT.

As inscrições para o evento devem ser feitas por meio de formulário online, que pode ser acessado clicando aqui.

Imprimir

  • banner pcdlegal
  • banner abnt
  • banner corrupcao
  • banner mptambiental
  • banner transparencia
  • banner radio
  • banner trabalholegal
  • Portal de Direitos Coletivos