• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario

    • Funcionamento pandemia
    • coronavirus
    • Informe Coronavirus
    • Pesquisa
    • MP927
    • Aviso convênio 2020
    • Banner
    • BRASILIT BANNER
    • Banner eliminacao
    • banner protocolo
    • Banner audin
    • abaixo assinado trabalho escravo

    Alerta: cuidado com mensagens falsas atribuídas ao MPT

    Se receber e-mail do Ministério Público do Trabalho, certifique-se que o endereço do remetente termina com @mpt.mp.br

     

    Brasília - Ao receber por e-mail uma expedição eletrônica de documentos do Ministério Público do Trabalho, verifique se a mensagem é oriunda de endereço terminado com @mpt.mp.br.

    Caso a mensagem venha de outro endereço, pode se tratar de mensagem falsa. Neste caso, não abra qualquer anexo e delete a mensagem com a maior brevidade possível.

    Imprimir

    Empresa de Presidente Prudente é condenada por não proteger empregados que trabalham em altura

    Decisão atende aos pedidos do MPT, autor da ação; instaladores da Tel Telecomunicações trabalhavam em alturas sem treinamento e sem análise de riscos

    Presidente Prudente - A 2ª Vara do Trabalho de Presidente Prudente (SP) condenou a empresa Tel Telecomunicações Ltda., especializada na instalação de fibras óticas para operadoras de telefonia e TV, ao cumprimento de obrigações trabalhistas que garantam a segurança de seus empregados no trabalho em alturas. A ré deverá pagar uma indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 50 mil. A ação é do Ministério Público do Trabalho em Presidente Prudente.

    Imprimir

    Crianças em situação de vulnerabilidade social de Campinas (SP) aprendem cidadania em projeto viabilizado por acordo trabalhista

    Projeto “Baú das Artes” tem potencial para atingir mais de 500 crianças atendidas por 5 entidades da cidade; iniciativa foi custeada com verba de acordo judicial

    Campinas – Um acordo trabalhista firmado entre o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento S/A – SANASA teve como resultado a criação do projeto “Baú das Artes”, uma iniciativa social que tem como objetivo o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e famílias em situação de vulnerabilidade ou risco social a partir da aprendizagem lúdica sobre temas ligados à cidadania. O trabalho foi desenvolvido junto a cinco entidades filantrópicas de Campinas (SP), e teve sua implementação no período entre fevereiro e outubro de 2019, com programação continuada, em vista do conhecimento aplicado.

    Imprimir

    Inscrições abertas: Curso do Direito Internacional dos Direitos Humanos

    Capacitação conta com o apoio do Ministério Público do Trabalho, do Instituto de Estudos Avançados/IEA – USP, do Centro de Estudos de Cultura Contemporânea/CEDEC - UNICAMP e do Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais/IPPRI- UNESP

    Campinas – Estão abertas as inscrições para o “Curso do Direito Internacional dos Direitos Humanos”, oferecido pela Diretoria Executiva de Direitos Humanos/DeDH da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Os interessados podem se inscrever até 05 de março pelo endereço: https://bit.ly/2HKFRdy. As vagas são limitadas.

    Imprimir

    Projeto “Resgate a infância” envolve diversos atores no combate ao trabalho infantil em Sumaré (SP)

    MPT articulou visitas técnicas, reuniões, audiências e capacitações na cidade ao longo da semana, com a participação do poder público municipal, empresas, educadores, profissionais da rede de proteção à criança e ao adolescente, Judiciário e Ministério Público 

    Campinas - Entre os dias 17 e 20 de fevereiro, o Ministério Público do Trabalho (MPT) se reuniu, em Sumaré (SP), com representantes do poder público municipal, empresas, educadores, profissionais da rede de proteção à criança e ao adolescente, Judiciário e Ministério Público, com o objetivo de executar no município o projeto “Resgate a Infância”, que consiste em uma série de ações de combate e prevenção do trabalho infantil, por meio da criação e/ou aperfeiçoamento de políticas públicas, fomento à aprendizagem e à educação.

    Imprimir

    MPT participa de formação de servidores de Campinas para detectar o trabalho escravo

    Projeto “Escravo, nem pensar!” iniciou nessa terça-feira o processo de formação de profissionais de assistência social para identificar o trabalho análogo à escravidão, como atender as vítimas e encaminhar as denúncias

    Campinas - Com o objetivo de intensificar as ações de combate ao trabalho escravo em Campinas (SP), o programa “Escravo, nem Pensar”, da ONG Repórter Brasil, fez uma apresentação nesta terça-feira (18), no auditório da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região. O Ministério Público do Trabalho (MPT), instituição apoiadora do projeto, foi representado pela procuradora Marcela Dória.  

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • Portal de Direitos Coletivos