• denuncias
  • peticionamento
  • Mediação
  • mov procedimentos
  • autenticidade de documentos
  • administracao publica
  • fraudes trabalhistas
  • liberdade sindical
  • meio ambiente
  • promocao igualdade
  • trabalho escravo
  • trabalho infantil
  • trabalho portuario

    • Atendimento corregedor
    • Aviso de Desfazimento 2019
    • Banner eliminacao
    • banner protocolo
    • Banner audin
    • abaixo assinado trabalho escravo

    Debates e exposição fotográfica abordam futuro da mulher e erradicação do trabalho escravo em São Paulo

    São Paulo - Em São Paulo, no dia 8 de março - Dia Internacional da Mulher - a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) realizará, com o apoio do Ministério Público do Trabalho (MPT), o evento “Futuro da mulher no mundo do trabalho: erradicar o trabalho escravo e promover a garantia dos direitos humanos a partir de ações do desenvolvimento sustentável”, no Memorial da América Latina.

    Imprimir

    Fábrica de Campinas é interditada por falta de Auto do Corpo de Bombeiros

    Campinas - O juízo da 6ª Vara do Trabalho de Campinas atendeu um pedido do Ministério Público do Trabalho e ordenou, em sentença, a interdição da unidade fabril da PVTEC Indústria e Comércio de Polímeros Ltda., uma fábrica de colchões localizada no bairro Cidade Jardim, em Campinas. A empresa não possui Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), o que coloca em risco a segurança dos trabalhadores da fábrica.

    Imprimir

    Comitê Nacional para os Refugiados vai instalar escritório em Campinas

    Campinas - A coordenadora nacional da Coordenadoria Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (Conaete), Catarina von Zuben, participou na última quinta-feira (21) de uma reunião de trabalho na Reitoria da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na qual foi anunciada a instalação de um escritório do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, no município de Campinas.

    Imprimir

    Réus da Operação Fada Madrinha são condenados ao pagamento de R$ 1,8 milhão por trabalho escravo e tráfico internacional de pessoas transexuais

    Ribeirão Preto - A 2ª Vara do Trabalho de Franca (SP) condenou os réus Anderson Barbosa e Hudson Barbosa da Silva, acusados de praticar tráfico internacional de pessoas e manter trabalhadores transexuais em regime de servidão por dívida, ao pagamento de multas e indenizações que atingem o montante de R$ 1.755.872,65. Deste total, R$ 1.255.872,65 devem ser destinados em favor de 13 vítimas, a título de danos morais individuais e verbas trabalhistas, e R$ 500 mil a título de danos morais coletivos. A decisão, proferida nos autos de uma ação do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Ribeirão Preto, é um desdobramento da Operação Fada Madrinha, realizada em agosto de 2018 pelo MPT, Polícia Federal e Ministério Público Federal.

    Imprimir

    Hyundai-Rotem é condenada em R$ 1 milhão por excesso de horas extras e supressão de descanso semanal

    Araraquara – A Hyundai-Rotem Brasil Indústria e Comércio de Trens Ltda., subsidiária do Grupo Hyundai Motor, foi condenada pela 3ª Vara do Trabalho de Araraquara ao pagamento de R$ 1 milhão por excesso de horas extras e supressão de descanso semanal de trabalhadores da fábrica de trens e composições ferroviárias mantida pela empresa em Araraquara (SP). A ação é do Ministério Público do Trabalho.

    Imprimir

    • banner pcdlegal
    • banner abnt
    • banner corrupcao
    • banner mptambiental
    • banner transparencia
    • banner radio
    • banner trabalholegal
    • Portal de Direitos Coletivos